5 de junho é dia Mundial do Meio Ambiente: defenda a Natureza para salvar a Terra!

Neste dia 5 de junho, o mundo comemora o “Dia Mundial do Meio Ambiente”. Cada ano, é escolhido um tema específico para que todos possam dar maior atenção. O tema deste ano de 2022, é “Uma Só Terra”. 

O Dia Mundial do Meio Ambiente é também chamado de Dia da Ecologia.

Dia Mundia do Meio Ambiente 2022 é uma das maiores datas internacionais para o meio ambiente. Liderado pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), e realizado anualmente desde 1973, o evento se tornou a maior plataforma global de alcance ambiental, sendo celebrado por milhões de pessoas em todo o mundo.

O evento deste ano terá a Suécia como anfitriã e o tema “Uma Só Terra”, com foco na "vida sustentável em harmonia com a natureza". 

A restauração de ecossistemas significa, em síntese, recuperar o que foi destruído pelo homem  ou pelos desequilíbrios naturais. 

A preocupação em proteger o meio ambiente é antiga, tendo se intensificado a partir da chamada Revolução Industrial, quando o desenvolvimento tecnológico começou. 

Nasce a Ecologia

No século XIX, o biólogo alemão Ernst Haeckel (1834-1919), preocupado com os efeitos da produção industrial no meio ambiente, criou uma disciplina que estudava a relação dos seres vivos com a natureza. Foi quando nasceu a "Ecologia", um novo ramo da biologia. 

Dia 5 de junho não é só para reflexão, mas de ações imediatas!

Proteger o meio ambiente significa preservar o planeta Terra, um  organismo vivo povoado por seres vivos que habitam vários ecossistemas! 

7 ecossistemas que podem ser restaurados e conservados: 

1 - Terras agrícolas

Mais de um terço da superfície terrestre é coberta por terra agrícolas que são os ecossistemas mais vitais para a humanidade. Fornecem alimentos através de seus campos aráveis e pastagens. 

2- Florestas

Graças às árvores e outras plantas, as florestas renovam o ar do planeta e mantêm estável o clima. Ao armazenar grandes quantidades de carbono, ajudam a limpar a atmosfera. São responsáveis pelo abrigo de uma rica fauna e flora. No dia 17 de julho comemora-se o Dia das Florestas.

3- Água doce

Os ecossistemas de água doce fornecem alimentos e energia a bilhões de pessoas. Essas zonas úmidas filtram e moderam os fluxos aquáticos, armazenando grandes quantidades de carbono. Os jardins de chuva podem slavar o ecossistema, pois foram projetados para reter água da chuva.

4- Savanas

As pastagens ou savanas são as terras utilizadas por pecuaristas para a produção de alimentos. Abrigam uma fauna icônica, como leões, elefantes, leopardos, rinocerontes, etc, além de espécies raras de aves e insetos. Várias espécies desses animais estão em vias de extinção.

5- Montanhas

As montanhas ocupam cerca de um quarto das terras do planeta e sua biodiversidade é bem diversificada, além de farta em água doce. São regiões perfeitas para a prática do montanhismo, fomentando o turismo que beneficia as comunidades locais.

6- Oceanos

Muitas espécies de plantas e animais, habitam os oceanos que ocupam 70% do planeta. São ecossistemas que fornecem alimentos através da pesca, sendo, ainda, responsáveis pelo oxigênio que todos respiram. Infelizmente, continuam sendo maltrados pelo homem, com poluição e caça ilegal. O Dia dos Oceanos é comemorado em 8 de junho. 

7 - Cidades

Os ecossistemas urbanos ocupam menos de 1% da superfície terrestre, mas abrigam mais da metade de sua população. Sua sobrevivência depende da quantidade de regiões verdes presentes nos grandes centros. As cidades-esponjas são ideias que podem ajudar a preservar o ecossistema.  

Por que devemos nos preocupar com o meio ambiente?

O que você pode fazer para ajudar a proteger o meio ambiente?

  • Preservação das florestas: você pode ajudar a evitar as queimadas a partir de campanhas que ajudam a prevenir acidentes ou falta de educação, como fumar nesses locais e fazer fogueiras grandes.  
  • Limpeza dos rios, lagos e mar: verifique se o número de lixeiras nesses locais, é suficiente. Principalmente, nas férias. Participe dos mutirões de limpeza desses locais.
  • Preservação da fauna e flora: lute em sua defesa dos animais e plantas, impedindo qualquer maldade seja feita contra ele. Faça parte das campanhas cruelty-free. Portanto, a caça é proibida.
  • Combate contra a pescaria ilegal: deixe bem claro que você é contra pescar em locais onde pe proibido por vários motivos, como desova, por exemplo ou onde tem peixe em extinção. 
  • Campanha contra locais que maltratam animais: participe de movimentos contra locais que exibem animais ou os maltratam, como rodeios, circos e zoológicos. Denuncie venda de animais também.  
  • Reciclagem para reduzir o lixo: dê exemplos a quem joga lixo na rua ou em outros lugares indevidos. Faça reciclagem do seu lixo, seja orgânico ou não. 
  • Desperdício de água: mostre às pessoas que a água é um bem precioso que não deve ser desperdiçado. Faça campanhas do que pode ser feito para evitar o gasto inútil. Se puder, armazene a água da chuva, reaproveitando-a para regar as plantas e outras utilidades.
  • Consumo controlado de eletricidade: adquirir o hábito de desligar a luz e os aparelhos elétricos que não estejam sendo utilizados, é fundamental para o meio ambiente e, claro para a sua economia e do lugar onde vive.  
  • Escolha de alimentos orgânicos: optar por uma dieta saudável, também gera menor impacto ambiental, pois são produzidos sem adição de fertilizantes químicos que prejudicam a saúde.  
  • Escolha por produtos cruelty-free e fair-trade: grite um grande “não” para as empresas que não respeitam os animais e os usam como cobaias ou como fontes para testes e produção de vestuário, cosméticos e artigos de limpeza.

“A proteção e o melhoramento do meio ambiente humano é uma questão fundamental que afeta o bem-estar dos povos e o desenvolvimento econômico do mundo inteiro, um desejo urgente dos povos de todo o mundo e um dever de todos os governos.”  (parte da "Declaração de Estocolmo Sobre o Ambiente Humano ", 1972).