O tijolo ecológico chega para ajudar a diminuir o lixo plástico!

O acúmulo de lixo plástico em locais impróprios, como nos leitos aquáticos, está em níveis absurdos. Uma das soluções encontradas para reduzir essa carga imensa de plástico descartado, foi a invenção do providencial tijolo ecológico! 

Mais uma alternativa para reutilização do plástico!

Poucos sabem que o plásico pode ser reciclado e se transformar em vários produtos úteis, ao invés de continuar poluindo rios, lagos, oceanos e as ruas das grandes cidades, principalmente!

Soluções para aproveitar o plástico reciclado, não param de surgir no mercado. Agora, é a vez da construção civil. 

A construção civi é outro ambiente poluidor, pois trata-se de uma atividade que consome grande quantidade de recursos naturais e energia. É um consumo que gera resíduos em variados graus de toxicidade. Por conseguinte, a emissão de CO2 na atmosfera é muito alta nesse tipo de atividade.

O tijolo ecológico aparece num momento super-oportuno!

Esse tipo especial de tijolo, feito com plástico reciclado, é fabricado no formato de um tijolo convencional ou como bloco pré-moldado de acordo com a demanda.

Sua utilização já se encontra em larga escala e, por certo, vai gerar grande economia para o setor da construção civil, tanto para edificações, quanto na pavimentação de estradas menores.

O processo de fabricação do tijolo ecológico, envolve uma plataforma modular portátil que funciona a gás ou a eletricidade. A máquina não lava nem classifica o plástico. Ela apenas comprime a sucata plástica, utilizando água superaquecida. Depois, o plástico é comprimido e moldado em forma de tijolo ou bloco. 

No Brasil, o tijolo ecológico ainda não domina o setor da construção civil!

Até o momento, grande parte do tijolo ecológico utilizado no Brasil, vem de uma fábrica paraguaia. Aqui, o produto ainda não é comercializado avulso, somente como parte de algum projeto completo. Técnicos e profissionais da área, presumem que, breve, esse tijolo feito inteiramente de sucata plástica, poderá virar moda no setor. 

Essa previsão se fundamenta nas vantagens do tijolo ecológico que, como os tijjolos comuns, confere à casa, a mesma forma dos materiais de alvenaria comum. A fundação e as paredes, compostas de cimento, isopor e água, geram uma substancial economia em torno de 50% no custo final da obra! 

5 vantagens do tijolo ecológico:

  1. Maior isolamento acústico e térmico até 5 vezes mais do que os tijolos tradicionais! Economia certa no gasto com energia para o aquecimento.

  2. Blocos mais leves do que os tradicionais, reduzindo o valor do frete. Portanto, maior facilidade no transporte e armazenamento de materiais.

  3. Uso limitado de concreto e armação de ferro nas fundações.

  4. Menor necessidade de utilização de maquinários. Risco de acidentes de trabalho diminui em quase 80%!

  5. Maior adesão dos tijolos, reduzindo o uso do cimento. Eles poderão ser encaixados sem uso de cola. Menos cimento, significa menor consumo de energia e menos emissões de CO2 na atmosfera.

Num projeto de uma casa de 80m2, por exemplo, o fabricante vai precisar de reciclar cerca de  2.500 kg de resíduos plásticos! Ao final de uma obra que utiliza tijolo ecológico, cerca de 1/3 do material da construção vai para o lixo. Isso significa mais de 25% de economia em relação à construção civil convencional!

A utilização de tijolo ecológico, enfim, será o caminho para o barateamento da construção de casas e pavimentação de pequenas estradas. Tudo isso, aliado à redução de lixo plástico! Mais uma alternativa na luta pela sustentabilidade!  

A Greenco dá força demais pela nova mentalidade na construção civil ao utilizar o tijolo ecológico, que contribui para o fim do lixo plástico. Confira aqui produtos sustentáveis!