Novidade no mundo da moda sustentável: a roupa feita de pet reciclado!

Usar uma roupa feita de pet reciclado, é dar força à moda sustentável! Assim, você ajuda ao meio ambiente e fica antenado ao mesmo tempo! , Sentirá a leveza do tecido e reduzirá a quantidade de plásticos no mundo! Conheça o processo de fabricação desse tecido revolucionário! 

O termo "pet" veio do nome dado à resina: “poli tereftalato de etileno"

. Trata-se de um poliéster desenvolvido por químicos ingleses no final da Segunda Guerra Mundial. O objetivo, era a produção de fibras têxteis para o uniforme dos militares. Por ser mais leve, facilitava a locomoção e a mobilidade.

O boom ocorreu, de fato, na década de 60. E foi a partir dos anos 70, que o produto se tornou matéria-prima alternativa para ser utilizada numa mistura com algodão. Nesse período, sua estrutura química foi modificada. E o produto inicial, após processado, virou garrafa pet!

Já no fim da década de 90, a garrafa de pet passou a ser reciclada, virando fibra. Essa fibra, misturada com algodão, virou tecido.   

Como o poliéster diminui a gramatura do tecido, porque o fio fica mais fino, ele fica mais desencorpado. O resultado,é um tecido suave e que não amarrota com facilidade.

As garrafas pet provaram ser o recipiente ideal para a indústria de bebidas em todo o mundo, por ser reciclável!

Além dos evidentes benefícios ao meio ambiente, a reciclagem permitiu a transformação do pet em tecido!

Você sabia...

  • ... que 2 garrafas de dois litros de pet reciclado, são suficientes para produzir uma camiseta?

  • ... que 4 garrafas de dois litros de pet reciclado, podem se transformar numa calça comprida?

O processo de reciclagem do pet, se resume nas seguintes etapas:

  1. As garrafas pet são recolhidas por catadores, e enviadas em fardos para a reciclagem.

  2. Depois de passar por um processo de seleção, lavagem, moagem e secagem, o pet resulta num produto chamado “flake”.

  3. O “flake” é, então, fundido à 300ºC e, depois, filtrado para eliminar resíduos sólidos, pedras e metais.

  4. Após resfriamento com água, o pet é granulado, resultando nos “chips” que variam de cor, de acordo com a cor da garrafa.  

  5. Os chips, depois de passar por um processo de extrusão à 300ºC, transformam-se em pasta.

  6. A pasta é enviada para uma bomba, passando por micro-furos, onde são lubrificados e reunidos em tambores. Esses micro-furos determinam os títulos, ou seja, a espessura da fibra.

  7. Os micro-furos saem dos tambores e, depois de reunidos, passam por um processo de estiragem e termofixação.

  8. Depois da termofixação, as fibras saem molhadas, passando, em seguida, por um secador.

  9. Secas, as fibras passam pelo processo de carda.

  10. Nessa última etapa, as fibras são embaladas em fardos, prontas para suas diversas transformações.

Roupas de pet reciclado, termina o ciclo de roupas feitas de poliéster somente!

De acordo com o Greenpeace, 49% das roupas fabricadas no mundo, são de poliéster. Esse valor pode dobrar até 2030, caso o número de  consumidores de roupas elásticas e resistentes aumente!

A organização sem fins lucrativos Textile Exchange, que incentiva o uso de tecidos mais sustentáveis, desafiou mais de 50 empresas de moda e vestuário (incluindo gigantes como a Adidas, H&M e Gap) a aumentar seu uso de poliéster reciclado em 25 por cento até 2020.

O desafio deu certo! Recentemente, a organização divulgou uma nota, comemorando não só a participação maciça das empresas, mas o cumprimento da meta! E isso acontece, 2 anos antes do prazo! A partir de então, o uso de roupas de pet reciclado subiu para 36%!

Mais vantagens ecológicas da camiseta feita com pet reciclado: 

  • A produção do reciclado exige 59% menos energia, de acordo com um estudo de 2017, do Ministério do Meio Ambiente Suíço.

  • A produção do pet reciclado reduz as emissões de CO2 em 32%, se comparada com o poliéster virgem.

  • Ao reciclar o poliéster, será evitado a extração de maior quantidade de petróleo bruto para a produção de mais plástico, portanto, diminui nossa dependência do petróleo como fonte de matérias-primas.

Confira a coleção Greenco de camisetas feitas com pet reciclado!