Para a Black Friday ser vantajosa, é necessário pesquisar com sabedoria!

Saiba como tirar o máximo de proveito da Black Friday, o maior fenômeno do varejo mundial. São vários os macetes. Tem que saber pesquisar  com critério e filtro! Nesses tempos de fake news, a safadeza corre solta. Veja umas dicas e como tudo começou!

A Black Friday é considerada a abertura oficial das compras de Natal! 

Essa liquidação global, na verdade, foi uma grande sacada encontrada pelos comerciantes americanos para fechar bem o ano e atrair clientes. E, nada melhor do que num dia de poucos lucros, como a sexta-feira depois do feriado do "Dia de Ação de Graças" (Thansksgiving Day).

A jogada foi baixar os preços, ao máximo, oferecendo descontos de até 90%! E a Black Friday se expandiu pelo país inteiro, depois mundo afora. 

A origem do termo "Black Friday"

A versão mais famosa que explica como surgiu o termo que virou sinônimo de "desconto-monstro", conta que o termo "Black Friday" foi criado por causa de uma grande grande crise financeira.

Jim Fisk e Jay Gould, famosos investidores de Wall Street, compraram por uma grana razoável, uma quantidade significativa de ouro, na esperança de que o preço global subisse para depois vender e obter grandes lucros com a operação.

Na sexta-feira, 24 de setembro de 1869, porém, o mercado de ouro dos EUA despencou, falindo Fisk e Gould, então conhecidos como "Barões de Wall Street"! Essa foi a "sexta-feira negra" que abalou a economia americana. E o nome pegou.

Duas versões de como a Black Friday começou

Uma versão conhecida da origem da Black Friday, é contada pelo pesquisador da North Caroline University, Bonnie Taylor-Blake. Em novembro de 1951, dia seguinte ao Thanksgiving, uma empresa chamada Factory Management and Maintenance, tendo em vista a falta em massa de funcionários, decidiu emitir uma circular interna, em tom bastante sarcástico. O teor se referia à "estranha coincidência" do número de funcionários doentes justo naquele dia:

"A síndrome deste dia seguinte ao Thanksgiving é preocupante, pois seus efeitos só são superados pela peste bubônica! É isso que sentimos com relação aos que não vieram trabalhar nesta Black Friday!". 

Outra versão descreve que, a sexta-feira, dia seguinte ao feriado de Thanksgiving, no ano de 1975, estava simplesmente terrível por causa do trânsito! Aqueles que moravam longe de suas famílias e não podiam emendar o feriado (diferente do Brasil, claro), tinham que botar o pé na estrada, mesmo a contragosto.

Decepção misturada com ressaca, fizeram daquela sexta-feira uma autêntica "Black Friday"! E o apelido do "day after" ao feriado mais famoso americano, pegou!

No Brasil, a Black Friday demorou para acontecer!

No nosso país, o fenômeno da Black Friday custou um pouco para, efetivamente, acontecer. Essa desconfiança do consumidor brasileiro tinha um motivo óbvio: o excesso de fraudes. O nível chegou a tal ponto, que criaram o termo "Black Fraude".

Cuidado com os aproveitadores!

Não é novidade que "a oportunidade faz o ladrão". E nada melhor do que um dia de compras intensas para atrair essa galera do mal para tirar vantagem em cima dos menos avisados!  

Uma das trapaças mais utilizadas, tanto aqui, como em outros países, igualmente pouco sérios, começa na marcação de preços. As empresas mal intencionadas, aumentam seus preços às vésperas do evento. Depois, na semana da Blak Friday, cobram “a metade do dobro” do preço antes marcado. Simples assim.

Quem não se preocupa em pesquisar, cai nessa manobra e compra o produto desejado, pensando que pagou a metade do preço original ou até mais! 

Essa prática ainda acontece! Porém, diminuiu bastante, na medida que o nível de informações aumentou e por causa dos filtros de pesquisa que o consumidor passou a ter.

O E-commerce reduziu bem as fraudes. Ainda assim, fique atento para não passar seu cartão sem consultar melhor antes!

Existem sempre os aproveitadores dispostos a te enganar. Enfrentando filas ou não, não deixe de pesquisar sempre antes da compra! 

Curiosidades da Black Friday:

  • Tradicionalmente, a Black Friday foi concebida para ser uma venda feita somente na sexta-feira. Mas, as compras online mudaram esse foco. E superaram as compras físicas. Por isso, a liquidação passou a durar a semana inteira, fechando com a Cyber Monday.
  • Por causa do boom das lojas virtuais, a partir 2016, a venda de dispositivos eletrônicos na Black Friday explodiu! Essa simbiose perfeita, facilitou a vida de consumidores e comerciantes!   
  • Com o sucesso mundial da liquidação, outros setores aderiram ao descontão. Saúde, educação, turismo e outras áreas, antes inimagináveis, se juntaram para aumentar seus lucros,, além de satisfazer seus clientes. 

Na vibe da Black Friday, mesmo fora de época, a Greenco sempre oferece promoções incríveis! É só conferir sempre!